05 janeiro 2015

Resenha – Coração dividido

Autor(a): Janet Quin-Harkin
Páginas: 165
Editora: Ática
Sinopse: Os pais de Amber decidem morar no interior. Muita coisa vai mudar em sua vida: a escola, os amigos, o namorado. Ela irá crescer com as novas experiências. – Retirada do Skoob

Primeira resenha de livro de 2015. Eu não canso de dizer e relembrar que todos os livros que eu li até o momento dessa coleção acaba me lembrando e muito os filmes da Sessão da Tarde, principalmente os filmes da minha época, quando eu ainda ficava em casa a tarde inteira durante as férias assistindo televisão ou lendo alguma HQ repetida. E claro, com esse não foi nada diferente.

O livro conta história de uma garota que mora com seus pais e seus irmãos em Nova York, onde lá ela já tem sua vida quase que organizada. Começa contando que Amber está começando finalmente se dar bem com as pessoas da escola onde ela estuda, mas sendo uma escola onde a maioria dos alunos adoram fazer festas, não tem pais rigorosos ou que se importem com seus horários, etc. Amber acaba tentando se misturar um pouco mais e com isso acaba mentindo para seus pais, dizendo que iria dormir na casa de uma amiga, o que não era de toda mentira, mas esqueceu de informar a parte da festa que ela iria na casa de um rapaz que ela estava namorando.

Os pais de Amber eram bem rigorosos, não digo bem rigorosos, mas eram pais que se importavam com seus filhos e não eram daquele tipo de pais que apenas coloca o filho no mundo e se ele quiser sair até altas horas que saia, se não quiser estudar que não estude, etc... Deu para entender, né? Como seus pais estavam preocupados com o fato de Amber estar se tornando um pouco que metida, ter começado a mentir e tudo mais, decidiram que estava na hora de Amber ter outro tipo de amizades, conhecer a realidade da vida e não ser apenas uma garota mimada que sai toda semana para fazer compras, então aproveitando o fato de que o avô de Amber ter machucado a perna, decidiram ir para o interior onde o avô de Amber morava.

Amber ficou quase louca, porque bom... Ela não queria deixar seu namorado, seus amigos e toda sua vida em Nova York para ir morar em um lugar que mal conhecia, que tinha um avô no ponto de vista dela, muito chato e principalmente porque a única pessoa que ela lembrava era de um menino que uma vez colocou um sapo na roupa dela. Tentou de tudo para ficar, mas não teve jeito, seu pai lhe prometeu se ela realmente tentasse gostar do lugar, mas visse que realmente não conseguiu, eles iriam traze-la de volta para Nova York e assim ela foi.

Realmente no começo ela não estava se dando nada bem, mas com o tempo ela começou se enturmar e ela começou a ficar interessada no Rich, aquele menino que agora já era um homem que colocou o sapo na roupa dela. Mas Amber agora tinha um problema... Ela deveria voltar para sua vida em Nova York ou fica na cidade que ela estava morando agora e que estava se divertindo? Qual dos dois ela deveria namorar? O que ela deveria fazer e como decidi isso tudo?

São perguntas que vem na sua cabeça enquanto está lendo e acompanhando as dúvidas de Amber. Você fica torcendo para que ela escolhe um determinado rapaz, você xinga quando ela faz algo totalmente idiota, você pensa que não faria determinadas coisas que ela fez e assim vai indo durante todo o livro. E assim como todos os outros da coleção Primeiro Amor, esse livro é bem rápido de ser lido, não tem uma linguagem complicada e se você for curiosa acaba lendo em apenas um dia.
Eu recomendo para você que gosta de histórias nesse estilo (óbvio) o livro não é ruim e apesar das histórias serem curtas elas não terminam sem lógica. E acho que estou começando a gostar de uma maneira diferente e inesperada, dessa coleção. Como assim? Não é como os outros livros que tem magia e acabam me deixando encantada, é como um estado de nostalgia.

E você, já leu algum dos livros da coleção? Já leu esse livro que acabei de resenhar? Conte-me nos comentários.

Beijos. <3



Leia também: Coleção Primeiro Amor

  Me siga nas redes sociais 



2 comentários:

  1. Aaaah a Coleção Primeiro Amor, você acabou de me dar um balde de nostalgia. Acho que os primeiros livros que eu li na vida, foram dessa coleção. Tinham na biblioteca da escola, e eu as minhas amigas brigávamos por eles, haha (isso até eu ler todos os livros da biblioteca, mas enfim).
    Também acho que eles me lembram a Sessão da Tarde, as histórinhas clichês mas tão bem escritas, o final previsível mas sempre tão encantador. Acho que já li quase todos da coleção, porém se não me engano, esse eu não li. Gostei da resenha! Beijos

    http://desfocandoideias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah essa coleção é muito amor. Eu imagino como devia ser vocês na biblioteca uma querendo ler antes da outra. hahaha Lembra muito os filmes de Sessão da Tarde né? Fico feliz que tenha gostado Natalia. *-*
      Beijos.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...